4 de ago de 2011

Seu Cheiro

Por: Rafael Nascimento dos Santos



As coisas em nossa vida, que não podemos deixar passar sem ao menos relatar de alguma forma.

Naquele dia, imaginei que seria um dia comum a qualquer outro, e seguir com ele como se fosse.

Tem dia que passa de forma tão rápida que nos mesmos como espectadores deste mundo, não percebemos ele passar, daí com isso, logo chegara a noite e eu como de costume resolvi sair para curtir a noite.

Para ser mais claro não são todos os dias que saio, saio quando posso, mas como o dia passou que não percebi não quero que esta noite passe da mesma forma.

Como não queria passar limpo a noite, rapidamente tomei um banho, peguei minha melhor beca, e sai para curtir a noite, peguei meu melhor perfume e minhas melhores “jóias” para compor meu visual, tendo como objetos anéis, pulseira, colar e sair em busca de algo para não deixar passar a noite em branco.

Fui onde meus pés me levassem, na verdade tinha em mente o que eu queria daí fui parar em uma casa de show, onde havia muitas mulheres para quem deseja se divertir.

Ao entrar, percebi que a noite teria tudo para ser ótima.

Procurei ficar o mais entrosado possível daí fui ate o bar que havia no local e pedir a bebida que ele poderia me recomendar, e fiquei por ali a observar as mulheres que estava a volta e a tomar uns drinques.

Não demorou muito tempo para ter em vista algumas mulheres que poderia ter alguma coisa, daí continue a fazer o que estava fazendo, depois de analisar e ver qual das meninas que estavam ali a dançar, eu gostaria de ter algumas coisas, não demorou muito para tomar coragem e ir ate ela, mas fui como se não quisesse nada, para não dar bandeira que era com ela que queria ficar logo de cara, daí fui cautelosamente ate onde ela estava e ali próximo a ela comecei a dançar como se não quisesse nada, ate que no momento certo, me aproximei dela e comecei a conversar com ela.

De cara me apresentei, porque acho péssimo ficar com a menina e nem ao menos saber seu nome.

Daí perguntei a ela seu nome, mas antes disse o meu, para não ser uma mal educado, ao falar meu nome, como havia muito barulho ela não escutou e pediu que eu repetisse, papo vai, papo vem, fui aos poucos conhecendo um pouco mais dela, como vi que era uma pessoa interessante, a primeira vista e que através da conversa também atrai, fui em seu ouvido e a convidei para sair dali, para termos uma maior privacidade e poder conversar melhor.

Eu achei que ela não iria topar, mas na verdade logo disse sim, vamos estava esperando que dissesse isso, pensei que não iria falar, foi isso que ela falou para mim.

Saímos da casa de show e fomos para um local mais reservado, mais especifico um barzinho, próximo de onde estávamos, onde costumava ir com os amigos, La havia tranqüilidade para a gente se conhecer melhor.

Ao chegar La, logo pedir uma garrafa de vinho, na verdade para acompanhar uma linda mulher, somente uma boa e gostosa garrafa de vinho.

Pouco a pouco fomo-nos conhecendo, e aquele clima foi esquentando e logo estávamos um agarrado no outro dando verdadeiro beijos, aqueles que arranca suspiros de qualquer um.

Como o clima esquentou e vi que aquilo iria acabar em outra coisa, busquei arranjar enquanto estávamos ali no bar um local para nos, como não encontrei um lugar especifico para nos, convidei-a novamente para sairmos dali, mas agora levaria a jovem à noite inesquecível.

A jovem logo que falei para ela o que eu queria fazer e como ela também estava afim, levei ela para um lugar mais reservado que onde estávamos, onde havia cama entre outras coisas só para nos.

Ao chegar La, não demoramos muito e logo estávamos na cama, dando os maiores amassos que já sentir.

Para o dia que havia passado rápido, ficar com esta jovem estava sendo a mais longa e divertida noite, mas ainda não terminou a noite, ainda há muito para acontecer.

Estávamos na cama, loucos um pelo outro, beijo vai, beijo vem, e eu a cada caricia, mais louco e ela não diria diferente, estava louquinha, parecia que iria súber nas paredes.

Esta jovem realmente fazia loucuras na cama, nunca imaginei que seria assim, o que mais me chamou a atenção e que isso ficou em minha mente, foi seu cheiro.

Na verdade, posso dizer que foi seu cheiro que me atraiu, no meio de tantas pessoas, mesmo sendo algo tão difícil de perceber naquele lugar, mas ao me aproximar dela La na casa de show, pude sentir seu perfume e quando aquela fragrância chegou ao meu nariz logo meu corpo tremeu, achei que poderia ter sido qualquer coisa, mas ao estar com ela aqui, percebo que foi isso mesmo, o perfume, mas não era um perfume qualquer.

Vou ser mais claro, enquanto fazíamos amor, aquele amor avassalador que deixa qualquer louco, mais louco, seu cheiro impregnava, sob o local onde estávamos e aquilo me deixava mais louco.

Ao terminar a relação sexual, ficamos ali um pouco juntos e eu a sentir seu cheiro, era incrível seu cheiro.

Depois de tudo tive a preocupação de levá-la ate sua casa, onde não fez tanta questão que eu levasse, mas eu quis fazê-lo.

Na verdade o local que a levei na noite anterior tinha sido minha casa, mas como não era a primeira vez, eu já estava acostumado com isso, imagino que ela também.

Mas depois que levei a jovem em casa, ao voltar seu cheiro continuou, como se estivesse impregnado nas coisas na casa, aonde eu ia este cheiro me acompanhava isso ficou por um tempo, daí resolvi lavar as roupa de cama onde tínhamos feito amor, mas mesmo assim continuou.

Passou alguns dias depois que ocorrera tal fato e este cheiro não saia.

Daí me veio em mente, que tinha que trazer um amigo para verificar se havia mesmo um cheiro diferente no lugar.

Ao chegar este meu amigo de confiança, enquanto conversava com ela o que havia ocorrido e pedir que ele tentasse verificar se havia este tal cheiro na casa.

Este meu amigo disse que não havia cheiro algum, somente o cheiro de casa limpa, também as roupas de cama tinha cheiro de roupa limpa, e nenhum cheiro que pudesse identificar que havia passado por ali outra pessoa, se não, a lavadora.

Seu amigo, durante a conversa concluiu que ele (seu amigo estava apaixonado), daí ele recomendou que fosse ate a casa desta moça e a pedisse para sair, se ele sentisse algo diferente em sua companhia, poderia dizer de imediato que estavam apaixonados.

Foi isso que ele fez, foi ate a casa da jovem.

Ao chegar a casa dela, suas pernas parecia que tinha vida própria, tremia como vara verde, havia algo de errado, ele tinha certeza, mas não sabia o que ele tinha.

Ao se aproximar da porta, bateu um medo e um gélido ar frio passou por sua espinha, não era medo era algo mais do que simples medo.

Levantou a mão ate a companhia a pressionou ate que ela soasse seu toque não demorou muito, ate que a porta se abriu e junto a ela estava a jovem que ele tinha ido ver.

Oiii... Disse ele temeroso, daí pensou ele, calma, calma, para se controlar, porque sua voz estava tremula.

Oiii? Você? Não acredito que esta aqui?

Foi á maior surpresa para ela, por ele esta ali diante dela.

Daí a jovem, por ver ele plantado ali pediu para entrar em sua casa. O levou ate a sala e ali começaram a conversar, como se estivesse fazendo um replay daquela noite de loucuras, ate que o jovem tocou no assunto que o fez ir ate ali para vê-la.

Ao falar sobre o fato ocorrido, a jovem ficou surpresar com aquilo que havia ocorrido, mas o que era mais interessante era que havia ocorrido com ela.

Na verdade, o que ocorrera com ela foi diferente, ela não tinha nada em sua casa para poder ter o cheiro dela, somente as roupas dela, mas no outro dia de mediato ela tinha lavado normalmente como ela fazia, por isso não havia nada que tivesse seu cheiro, mas mesmo assim, parecia que seu cheiro estava em todos os lugares que ela passava pela casa.

Na verdade não precisou ter que sair para que o jovem perceber que estava apaixonado por ela, daí como ele já estava ali ele a pediu para sair e como não seria diferente, ela aceitou.

Foi a partir de um detalhe tão pequeno que este casal de jovens, se aproximou um do outro e que ate hoje, quando estão longe um do outro eles sempre sentem a presença, um do outro através de perfume que cada um possui.


Moral da historia.

Mesmo que não acreditemos em destino, ele nos persegue.

0 comentários:

Postar um comentário

Por favor, não postar somente propagandas sobre seu blog, comentem sobre a postagem.
Ao fim dos comentários colocar o link de seu blog ou outros que desejar.
Obrigado pelo comentário.