30 de jan de 2012

O Inacreditável Final

Por: Rafael Nascimento dos Santos


 Imagem Focada

Imagem Mais Ampla

Não sou muito de fazer desenhos artísticos, mas em alguns momentos me vem aquela vontade de tentar fazer alguns rabiscos, sem nenhuma pretensão. Mas aos poucos sobre o papel em branco os rabiscos vão tomando forma e ao fim a surpresa.
Foi em uma tarde qualquer, que tive a vontade de fazer esta imagem acima. Uma imagem angelical, sorridente, carismática, de pele clara, olhos levemente claros, com seus cabelos ao vento ou pelo menos parecia.
Enquanto estou a desenhar é como se não houvesse nada mais a minha volta para me preocupar, há duas coisas que me fazem isso, o desenhar e o escrever, todos dois estão ligados a técnicas e a criatividade que cada um tem e para que elas sejam estimuladas tem que haver um estudo preliminar e isso faço com o maior prazer e o maior estudo que faço é o da observação, não há maior estudo que este.
As matérias que são dadas nas escolas surgiram a partir da observação do mundo a nossa volta  e a cada observação eram criados modelos para explicar o mundo desde a forma escrita, textos, ate os em forma geométrica, desenhos, ou ate mesmo os amontoados de números, a física e a matemática, que também explicam, levando ao observador uma explicação da construção da realidade nas diversas formas da criatividade humana.
Sempre ao termino de um desenho sempre fico surpreso com o resultado, mesmo não tendo a técnica aprimorada, sempre fico surpreendido com o resultado.
Não tenho muito o que dizer desta obra, tem que ser o mais simplórios possível neste texto, o que sei é que faz um tempo que tenho este desenho guardado, mas agora que me veio a vontade de publicá-lo. Este desenho tem em seu tamanho real quase a mesma proporção que meus croquis, se for maior chegara a 10 cm, não mais do que isso. Foi feito a lápis e um esfuminho para dar a volumetria ao desenho e proporcionar maior realidade ao rabisco.
Quando não estou fazendo “nada” ou não estou escrevendo, eu estou desenhando, mesmo que sejam simples rabiscos como este que vocês podem perceber. Busco sempre fazer alguma coisa para estimular minha criatividade, ela me proporciona os maiores prazeres. Busco no vazio o meu complemento. E ao fim da busca sempre um resultado inesperado.

Espero que tenham gostado.

0 comentários:

Postar um comentário

Por favor, não postar somente propagandas sobre seu blog, comentem sobre a postagem.
Ao fim dos comentários colocar o link de seu blog ou outros que desejar.
Obrigado pelo comentário.